Sforum

sexualide


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

O cabelo e a sua importancia na sociedade?

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 O cabelo e a sua importancia na sociedade? em Ter Jun 08, 2010 5:02 pm

Admin

avatar
Admin
Admin
Além de ter uma dimensão social, a moda é uma linguagem pessoal: algo que fala, e muito, de nós próprios. A moda transmite aos outros quem e como somos.




Os cabelos têm papel social significativo nas diversas culturas. Com variações de acordo com a cultura, os cabelos – com suas variações de textura, comprimento, cor, etc. – podem ser sinal de beleza, virilidade, saúde ou feminilidade. Em quase todas as culturas homens e mulheres apresentam diferenças notáveis de penteado, comprimento e uso estético e social dos cabelos.



Já nos tempos da mitologia os cabelos tinham um significado tão forte, que aos deuses e personagens míticas eram atribuídos os seus poderes. Afrodite cobria a sua nudez com a loira cabeleira e Sansão derrotou os filisteus quando recuperou os seus cabelos preciosos.

Na Grécia antiga, oferecer as madeixas aos deuses representava um acto supremo, como se vê quando Berenice cortou os seus cabelos e os ofereceu em sacrifício a Afrodite, para que seu marido Ptolomeu voltasse ileso da guerra da Síria.



No antigo Egipto o cabelo era sagrado


No Egipto antigo os faraós tinham nas perucas formas de distinção social, enquanto que para os muçulmanos manter uma pequena mecha no alto da cabeça era o ponto para que Maomé os conduzisse ao paraíso.


Ao observar o cabelo como ornamento, é preciso ter em conta a diferença entre homens e mulheres. E também a diferença entre cabelos lisos e cabelos crespos ou anelados. O facto mais admirável, no que diz respeito a estes aspectos, é que parece haver uma tendência de troca de papéis. Os homens passaram a usar penteados que, antes, eram tipicamente femininos. Os homens de cabelo crespo usam o cabelo trançado em penteados muito bem desenhados; os de cabelo liso passaram a usar rabo-de-cavalo.


Os cortes de cabelo nunca foram iguais

Os cabelos femininos estão atrelados à sedução, a ponto de a História lhes o poder de levar os homens a perderem o juízo. Não é à toa que as bruxas, prostitutas e demais anarquistas cabeludas eras punidas a tesouradas e gentilmente convidadas a arder na fogueira (ruivas, principalmente), como Joana d'Arc e o seu cabelo curto.



Mas hoje o que permite que cortes e maneiras de cuidar do cabelo façam sucesso, é a ideia do que essas práticas transmitem. Como exemplo, temos as mulheres francesas que, de acordo com os historiadores, passavam uma pasta nos cabelos para os clarear. Elas procuravam o loiro, que era sinónimo de angelical, cuidado, pureza. Além disso, a representação da virilidade, da força, e no caso das mulheres, da sedução, associada aos cabelos, era exposto nos retratos pintados.



Mais do que moda, o cabelo é uma imagem de marca

Mas e quando se fala dos homens? Ter a cabeça rapada já foi sinónimo de sabedoria, como sinal de desapego pelos sacerdotes egípcios, e agora, ficar sem os cabelos não é muito preocupante. Está na moda. Todos os homens, de uma maneira ou de outra, têm uma história para contar. Conta como ele já foi e como ele está no momento.


O cabelo rapado hoje é moda e pode ser "chic"

Como o cabelo não se separa do indivíduo acompanha todas as fases da sua vida e pode ser usado como marcador dessas fases. Quando se decide mudar, o cabelo é logo o primeiro a sofrer alguma alteração, pois é o que expomos, com apetrechos ou não.



Logo, a história do cabelo é a sua história.

Ver perfil do usuário http://sforum.forumeiros.com

Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum