Sforum

sexualide


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Tragédia: Autoridades falam de pelo menos 214 mortos mas consideram que o número final não deverá duplicar

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Admin

avatar
Admin
Admin
Sismo devastador no Chile causa tsunami no Pacífico

Um
sismo com uma magnitude de 8,8 graus atingiu na madrugada de sábado o
Chile causando a morte a pelo menos 214 pessoas. A violência do abalo,
um dos mais intensos dos últimos cem anos, desencadeou um alerta de
tsunami nas zonas costeiras do Oceano Pacífico, abrangendo países tão
distantes como Rússia, Austrália, Indonésia, Filipinas e Japão.


O
abalo fez-se sentir às 03h34 (06h34 em Lisboa), com epicentro a 35 km
de profundidade junto a Cauquenes, localidade 75 km a noroeste de
Concepción e 325 km a sul de Santiago. A cidade atingida com maior
violência foi Concepción, mas o abalo causou estragos em cinco regiões,
nomeadamente na capital, Santiago, onde dezenas de edifícios e
infra-estruturas ruíram.
A terra tremeu durante
quase dois minutos, arrasando edifícios, entre eles alguns hospitais,
derrubando viadutos e pontes, arrancando árvores, cortando estradas e
desencadeando incêndios. Um deles atingiu uma fábrica química em Lampa,
na zona metropolitana de Santiago. Uma imensa nuvem tóxica escureceu o
céu e forçou a evacuação de áreas residenciais.
As
comunicações telefónicas e as ligações eléctricas deixaram de
funcionar, dificultando o apuramento exacto do número de mortos e de
feridos. O terramoto forçou ainda o encerramento do aeroporto de
Santiago, levando os voos para o Chile que partiram antes da tragédia a
serem desviados para a Argentina.
A região
norte deste país foi, entretanto, abalada por outro sismo. Com uma
magnitude de 6,1 na escala de Richter, foi um abalo superficial que
terá causado pelo menos um morto. Refira-se ainda que na véspera o
Japão foi também abalado por um sismo de 6,9 de magnitude.
A
presidente chilena em fim de mandato, Michelle Bachelet, declarou
"zonas de catástrofe" as regiões mais atingidas pelo sismo: Valparaíso,
Libertador General Bernardo O’Higgins, Maulem Biobío e Araucanía, bem
como a região metropolitana de Santiago. Bachelet e o seu sucessor,
Sebastián Piñera, visitarão nos próximos dias as áreas mais atingidas.
Depois
de atingir as ilhas chilenas Juan Fernández, onde fez pelo menos cinco
mortos, e as cidades portuárias de Valparaíso e Talcahuano, um tsunami
causado pelo abalo no Chile tocou terra na Ilha de Páscoa, nas
Galápagos e no arquipélago Gambier, na Polinésia Francesa. Apesar de
nestes locais não ter causado danos significativos, no Havai as
autoridades alertaram as populações para riscos significativos e
ordenaram a evacuação das regiões costeiras.
SISMOS VIOLENTOS
12/01/2010 – Haiti: um sismo de magnitude 7,0 matou mais de 230 mil pessoas, arrasando Port-au-Prince.
26/12/2004
– Samatra, Indonésia: um sismo de magnitude 9,2 desencadeia um tsunami
de grande envergadura, que faz 250 mil mortos no Sudoeste Asiático.
28/03/1964 – Alasca, EUA: sismo de magnitude 9,2 mata 128 pessoas e causa danos elevados em Anchorage.
22/05/1960
– Chile, a sul de Concepción: sismo de 9,5 (o mais violento desde 1900,
data dos primeiros registos de intensidade sísmica) faz mais de 1650
mortos. O tsunami desencadeado atinge o Havai e o Japão.
PORTUGAL SEM REGISTO DE VÍTIMAS
O
Governo português não recebeu ontem qualquer indicação de que houvesse
cidadãos lusos entre as vítimas mortais do violento terramoto ocorrido
ao largo do Chile, país onde cerca de um milhar de pessoas estão
registadas na embaixada de Portugal.
"Não temos
conhecimento de qualquer vítima portuguesa", declarou fonte do gabinete
do secretário de Estado das Comunidades, António Braga. A mesma fonte
explicou que a tutela está a acompanhar a situação através do gabinete
de emergência, mas adiantou que as comunicações com o país estavam
"difíceis".
Perante a tragédia no Chile, o
Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, enviou de imediato uma
mensagem de condolências à sua homóloga, e "querida amiga" chilena,
Michelle Bachelet, afirmando-se "profundamente consternado com os
trágicos efeitos" do violento terramoto que sacudiu o território
chileno.
FAMÍLIA DE MATÍAS A SALVO
Matías
Fernández, o único desportista chileno a actuar em Portugal (jogador de
futebol do Sporting), tem pais e irmãos totalmente a salvo do sismo que
varreu o seu país natal, pois vivem em Villarreal (Espanha). Já a
família da mulher habita em Viña del Mar, no Chile, uma estância de
Verão perto de Santiago, mas estão bem de saúde. Pinilla, chileno que
jogou no Sporting, disse que não conseguiu contactar com o pai. "No
momento do terramoto ele estava em Concepción, na nossa casa. Ligo e
não tenho resposta. Estou muito preocupado."
MAIS DADOS
Solidariedade mundial
Líderes políticos de todo mundo exprimiram solidariedade com o Chile e organizações humanitárias preparam ajuda.
Marinha retira navios
A Marinha dos EUA retirou seis navios de Pearl Harbour, Havai, devido à ameaça de tsunami.
Gasolina esgotada
A fuga para o interior do Havai deixou as gasolineiras sem combustível.

fonte: CM

Ver perfil do usuário http://sforum.forumeiros.com

Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum